terça-feira, 19 de setembro de 2017

UMA HISTORIA BIZARRA, JUÍZES 19.22-30


Na historia de hoje veremos algo intrigante, que aconteceu na Bíblia Sagrada, mas vamos analisar com um olhar Bíblico. Alguns fatores contribuirão para isso acontecer, tanto no cap. 18.1 como no cap. 19.1 diz que "não havia Rei neste período", e cada um fazia o que lhe parecia bem ao seu coração, temos ciência que a historia nos dias dos juízes foi uma época  de muita apostasia, a desordem politica e social da quela época fez que esta organização entrasse em colapso, por exemplo aquele homem era um levita e vivia com uma concubina(Substantivo feminino: mulher que vive maritalmente com homem, sem estar com ele casada). O texto diz que "ela foi infiel" a ele, e que voltara para casa de seu pai, mas depois de quatro meses ele foi atrás dela para trazê la de volta a sua morada, o pai da concubina se alegrou ao velo ali, observo que ouve uma reconciliação entre o levita e concubina pois a mesma o levou para dentro da casa de seu pai. O texto diz que o pai dela tentou de todas as maneiras segurar eles ali e conseguiu por vários dias. Na volta para sua terra eles param em uma cidade chamada Gibeá, os moradores dali eram Benjamitas, um senhor idoso concede pouso para o levita, a concubina, o jovem  e os animais, já na casa veja que eles iriam passar somente a noite ali para que no dia seguinte pudessem seguir viagem. Jerusalem ficava a 10k ao norte de Belem numa viagem de duas horas e Gibeá ficava 6k ao norte de Jerusalem. Mas alguns vadios outras versões diz homes de Belial, mas o que a narrativa diz é que os vadios forçaram ate que o senhor (idoso) colocasse aquelas pessoas para fora para que eles abusassem delas, o mais estranho foi a atitude do levita que sem hesitar colocou sua concubina para fora para ser abusada pelos cruéis homens daquela cidade, aqui pode ter duas situações: 1 que ele fizera tal coisa para salvar a filha do ancião que dera pouso para eles ou 2 por estar ainda com muita raiva do que a concubina feito. Eu acredito que as duas coisas tem uma conexão, o pior é que depois de amanhecer o dia ele trata a mulher com desprezo pois o texto diz: "Levante-se, vamos" vemos que não houve desespero pela morte daquela mulher ou nenhuma comoção, ele colocou o corpo dela na jumenta e foi-se para sua terra e chegando la ele faz algo mais bizarro, cortou ela em 12 (doze) partes e enviou a todas as regiões de Israel. Este acontecimento ocorreu no livro de Gênesis 19. Uma profecia fala do juízo de Deus que vira sobre o povo de Gibeá: "9Muito profundamente se corromperam, como nos dias de Gibeá; ele lembrar-se-á das suas injustiças, visitará os pecados deles" Oseias 9.9.
          Concluímos com essa historia que aqueles que se afastam dos mandamentos de Deus, terão atitudes erradas. Durante o período dos Juízes Israel viveu muitos aborrecimentos, porque cada um tornou-se sua própria autoridade e agiram com suas próprias opiniões sobre o certo e o errado. Isso produziu bizarros resultados.