terça-feira, 21 de março de 2017

Gênesis 11.26-28 / Atos dos Apóstolos 7.2-4

Porque a Confusão feita pelo Diácono Estevão?

"O Deus da glória apareceu a Abraão, nosso pai, estando na Mesopotâmia, antes de habitar em Harã, e disse-lhe: Sai da tua terra e dentre a tua parentela e dirige-te à terra que eu te mostrar. Então, saiu da terra dos caldeus e habitou em Harã. E dali, depois que seu pai faleceu, Deus o trouxe para esta terra em que habitais agora" Atos dos Apóstolos 7.2-4


Enquanto Genesis fala outra coisa:

"E viveu Terá setenta anos, e gerou a Abrão, a Naor, e a Harã. E estas são as gerações de Terá: Terá gerou a Abrão, a Naor, e a Harã; e Harã gerou a Ló. E morreu Harã estando seu pai Terá ainda vivo, na terra do seu nascimento, em Ur dos caldeus. E tomaram Abrão e Naor mulheres para si: o nome da mulher de Abrão era Sarai, e o nome da mulher de Naor era Milca, filha de Harã, pai de Milca e pai de Iscá. E Sarai foi estéril, não tinha filhos. E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali. E foram os dias de Terá duzentos e cinco anos, e morreu Terá em Harã". Gênesis 11:26-32


Você talvez esteja perdido sobre o que eu estou falando, mas vamos la então, o texto de (Gênesis 11.26-32) fala da família de Terá e de sua descendência. A historia narra de maneira mais completa enquanto o texto de Atos dos Apóstolos o Diácono Estevão procura de maneira resumida relatar a mesma historia. Só que tem um pequeno problema, nas entrelinhas Estevão fez uma confusão pois ele fala que: Deus disse para Abraão ainda na Mesopotâmia "Sai da tua terra e dentre a tua parentela..." o famoso texto que fala da promessa que Deus fez a Abrão, porem Gênesis fala que Deus somente falou com Abrão depois que eles foram para terra de Harã estando seu pai Terá ainda vivo, o texto de Atos Estevão diz "E dali, depois que seu pai faleceu, Deus o trouxe para esta terra em que habitais agora", pois depois que Abrão deixou seu pai em Harã e teve seu nome mudado para Abraão teve filhos o texto diz que Terá seu pai viveu 205 anos e morreu em Harã enquanto Abraão viveu 175 anos, e viveu na terra dos cananeus, (Gênesis 25.7). Vamos agora de maneira sistemática de olho nas entrelinhas ver o que a Bíblia diz: De uma olhada no GRÁFICO A CIMA. Veja que ele é dividido em duas partes, a parte de cima fala da Linha de vida de Abraão enquanto a linha de baixo mostra a Linha de vida de seu pai Terá. Observe que no gráfico Terá tinha 70 anos quando teve seus filhos: Abrão, Naor e Harã. Pela sequencia Abrão era o primogênito enquanto Naor era o filho do meio e o caçula Harã. Mas vamos nos ater somente a vida de Terá e Abrão. Quando Abrão nasceu seu pai tinha 70 anos, o texto de (Gênesis 12.4) fala que Abrão estava com 75 anos quando Deus fala para ele sair do meio de sua parentela, seu pai estava nesta época com 145 anos e ele permaneceu em Harã enquanto Abrão sua esposa e seu sobrinho foram com ele, quando Abrão completou 86 Agar deu a luz a Ismael, seu pai estava com 156 anos, (Gênesis 16.16). Quando Abrão completou 99 anos e seu pai tinha 169 anos, Deus muda seu nome para Abraão, (Gênesis 17.1-5). Pelo que vemos ate aqui pelo que o texto esta mostrando Terá não conheceu seus netos e nem Abraão ficou sabendo quando seu pai morreu. Pois a Bíblia diz que Abraão seguiu a ordem de Deus e foi para uma terra que o senhor lhe mostraria, enquanto seu pai ficou em Harã e morreu neste mesmo lugar com 205 anos. Continuando com o Gráfico, observamos que Abraão com 100 anos nasce seu filho Isaque,(Gênesis 21.5), seu pai estava com 170 anos e continuava em Harã. Abraão estavam habitando em Gerar nesta época, (Gênesis 20.1), veja que seu pai ainda estava vivo pois ele só morreria em Harã com 205 anos. Quando Abraão completou 135 anos seu pai morre em Harã com 205 anos. Quando Abraão completou 136 anos Sara sua mulher morre com 127 anos, um ano depois da morte de seu pai o qual Abraão não ficou sabendo, falece sua companheira, (Gênesis 23.1). Trinta e nove anos depois da morte de sua companheira Abraão morre com idade de 175 anos, (Gênesis 25.7). Deixou filhos e netos como descendentes. É preciso sempre um estudo bem detalhado dos fatos antes de tecer qualquer comentário, fica a dica.

Comentários;

Pastor Fernando
Postar um comentário